Notícias | 08 janeiro, 2020
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O investimento em formação docente, tecnologia, estrutura e o compromisso com cursos alinhados às demandas do mercado trouxeram mais um importante reconhecimento às instituições de ensino superior da Ânima Educação. Mais de 80% delas figuram na zona de excelência do Índice Geral de Cursos (IGC), o mais importante indicador de qualidade do Ministério da Educação (MEC) para a educação superior no país, um resultado inclusive superior à média das instituições públicas. As informações foram divulgadas em dezembro pelo MEC. 

O IGC é produzido a partir dos resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O índice analisa a qualidade geral das instituições de ensino superior em uma escala de 1 a 5. Universidades na faixa de 1 e 2 são consideradas abaixo do esperado, enquanto instituições com conceito 4 e 5 estão acima da média, na zona de excelência. O índice intermediário 3 equivale a um resultado satisfatório.

“Os resultados nos mostram que estamos no caminho certo, investindo em transformação digital, formação docente, cursos alinhados às demandas do mercado, mas torna nossos desafios ainda maiores, pois a excelência em educação é nossa meta”, destaca Marcelo Battistella Bueno, presidente da Ânima Educação.

Tendo o aluno como prioridade e o professor como principal agente de aprendizagem e inspiração para os estudantes, a Ânima atingiu a faixa 5 do IGC com a UniSociesc, em Florianópolis (SC), que atingiu 4,20 como IGC Contínuo (o que coloca a instituição na faixa 5). Foi o melhor resultado do Estado, ultrapassando inclusive a Universidade Federal de Santa Catarina. Em todo o país, apenas 42 instituições chegaram a esse número.

Em São Paulo, a Universidade São Judas Tadeu manteve o IGC no nível 4, conquistando o posto de segunda melhor instituição de ensino superior particular do Estado. A nota da instituição cresceu de 3,24 em 2017 para 3,37 em 2018. 

Em Minas Gerais, as instituições da Una espalhadas pelo Estado também conquistaram nota 4, sendo as melhores instituições de ensino superior de algumas das cidades onde está presente, como é o caso de Betim, Bom Despacho, Contagem, Divinópolis e Uberlândia.

Já o UniBH foi eleito o melhor Centro Universitário privado da capital Belo Horizonte. Já o Centro Universitário AGES, de Paripiranga, na Bahia, obteve nota 4 e figura agora como o segundo melhor Centro Universitário do estado da Bahia.

Destaque também em dezenas de cursos – Os resultados divulgados pelo MEC relevaram não apenas o Índice Geral de Cursos (IGC), mas também o Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicador que avalia o curso em uma escala de 1 a 5, considerando o desempenho dos estudantes na prova do Enade, o corpo docente e a percepção dos alunos sobre seu processo formativo. Dezenas de cursos das instituições da Ânima Educação atingiram marcas expressivas. 

Em Santa Catarina, a UniSociesc de Blumenau teve Processos Gerenciais considerado o melhor do país. O curso de Direito teve nota máxima, sendo o melhor de Santa Catarina. Já Administração, melhor de Blumenau, é o segundo curso do Estado, ficando atrás apenas da própria UniSociesc da Capital. Ciências Contábeis obteve nota máxima e figura como o melhor do Estado, assim como o curso de Jornalismo. Publicidade e Propaganda da UniSociesc Blumenau foi o melhor da cidade. Em Florianópolis, Administração teve nota máxima (CPC 5) e aparece como o melhor de Santa Catarina, enquanto Ciências Contábeis foi o melhor na cidade.

Em São Paulo, a Universidade São Judas Tadeu teve destaque nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Desenho Industrial, Design, Design de Interiores, Direito, Gestão de Recursos Humanos, Jornalismo, Logística, Marketing, Processos Gerenciais, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Secretariado Executivo e Turismo.

No estado de Minas Gerais, a Una conta com três cursos com nota 5, considerada a nota máxima: Gestão Comercial (Una Barreiro BH – melhor do Brasil), Logística (Una Betim – melhor de MG) e Gestão Financeira (Una Uberlândia – melhor de MG). Outros 18 cursos obtiveram nota 4.

Além disso, o UniBH trouxe como destaques: Ciências Contábeis (2º melhor curso de Minas Gerais), Design (melhor curso do Brasil), Direito (segundo melhor curso de Minas Gerais), Gestão de Recursos Humanos (melhor curso de Minas Gerais), Jornalismo (segundo melhor curso de Minas Gerais), Psicologia (melhor curso de Belo Horizonte), Publicidade e Propaganda (melhor curso de Minas Gerais), e Relações Internacionais (melhor de Minas Gerais).