Notícias | 13 agosto, 2019
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

A Ânima encerra o primeiro semestre de 2019 com EBITDA ajustado de R$ 113 milhões, o que representa um crescimento de 11,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior, e margem de 19,9% – aumento de 1,2 ponto percentual sobre o primeiro semestre de 2018. O crescimento consistente das margens das unidades-base, mesmo com uma receita líquida ainda pressionada pelo cenário econômico desafiador e com forte pressão competitiva, mostram a precisa execução das estratégias desenhadas pela Companhia.

As aquisições retomam a curva de crescimento: a receita líquida registrada foi de R$ 86,4 milhões (+2,2% sobre o 1S18) e margem operacional alcançou R$ 20 milhões (aumento de 8,3 pontos percentuais). Além disso, as unidades abertas entre 2016 e 2019, inseridas no bloco Expansão Orgânica, seguem superando os planos de negócios, com uma receita líquida de R$ 75 milhões, quase 150% superior ao registrado no 1S18, e resultado operacional de R$ 12,3 milhões, com crescimento de 10 pontos percentuais sobre o mesmo período do ano anterior. Esse é o quinto ciclo de captação com crescimento, sendo em maioria de alunos sem financiamento (83,5%) e, ainda assim, a Companhia reporta melhores índices de taxas de evasão (6,7%), mesmo com uma base maior de calouros.

A base de alunos da Ânima cresceu em média 9,1% no primeiro semestre de 2019 sobre o mesmo período do ano anterior (5% excluindo as aquisições realizadas em 2018), com 110 mil alunos. Mais de 10 mil estudantes marcaram o crescimento da base dos cursos de graduação no segundo trimestre, com aumento de 11,4% sobre o segundo trimestre de 2018.

Nos primeiros seis meses de 2019, os investimentos totalizaram R$ 68,3 milhões ou 12% da receita líquida, o que representa um crescimento de 2,9% sobre o primeiro semestre de 2018. Esse nível de investimento está diretamente relacionado às unidades da expansão orgânica, por meio do amadurecimento das unidades abertas entre julho de 2016 e janeiro de 2019 – que representaram 38% do Capex total neste semestre (R$ 26,1 milhões). Excluindo esse efeito, o Capex normalizado seria de R$ 42,2 milhões, ou 7,4% da receita líquida.

A base de alunos com FIES segue em queda, estando em 12,2% no período, enquanto aqueles que contam com financiamento privado correspondem a 8,7%. No semestre, o ticket líquido excluindo as aquisições atingiu uma média de R$ 835 /mês (-2,5% sobre o primeiro semestre de 2018) explicado por um aumento médio de mensalidades (5%), aumento em bolsas, descontos e impostos (-9,8%), e ganho em mix de cursos (+2,2%). Considerando as aquisições, o ticket líquido no 1S19 foi de R$ 828 /mês (-3,4% vs. 1S18). Já no 2T19 o ticket médio foi de R$ 862/mês (-1,8% vs. 2T18).

“Os resultados atingidos pela Ânima mostram que superamos os desafios e retomamos a curva de crescimento, demonstrando nossa execução precisa, de uma estratégia acertada, apoiada em um propósito robusto”, afirma Marcelo Battistella Bueno, CEO da Ânima.

E completa: “Há cerca de três anos, nos depararmos com um novo cenário competitivo no setor, somado a um ambiente macro de recursos escassos, e identificamos a necessidade de repensar a estratégia da Companhia”, diz Bueno. “Nos reorganizamos, construímos coletivamente nosso plano estratégico, promovemos importantes evoluções na nossa governança, redefinimos o management com instâncias claras e fortalecidas de gestão e execução, implementamos o Projeto Censo e seguimos com foco cada vez maior em toda a cadeia de geração de valor, visando o que efetivamente faz diferença na vida do aluno e por consequência na relação com todos os stakeholders e em toda sua vida acadêmica, atendendo assim o que se denomina lifelong learning”, conclui o CEO da organização.

Com os resultados, a Ânima mostra ainda que está fortemente conectada a princípios de transformação digital por meio de um modelo de negócios organizacional moderno, leve, simples e ágil, com o objetivo de viabilizar, de forma sustentável, mais oportunidades para que os brasileiros possam ter acesso a uma educação de qualidade realizar o propósito de transformar o País pela educação.

Vídeo da Apresentação de Resultados do 2T19