Notícias | 15 julho, 2021
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Na última semana, recebemos no Ecossistema Ânima a startup de educação Gama Academy, plataforma digital para formação de habilidades em tecnologia. A vinda da empresa marca um importante avanço na nossa transformação digital e na alavancagem de oferta de habilidades em tecnologia para nossos estudantes e empresas parceiras.

Gama Academy é uma escola de tecnologia que desde 2016 seleciona e capacita profissionais para atuarem nas áreas de programação, design, marketing e vendas. Com mais de 30 mil alunos e alunas formados e 650 empresas atendidas como Magazine Luiza, VTEX, Itaú e Accenture, a EdTech ajuda a selecionar e desenvolver profissionais com habilidades na área de tecnologia. “A Ânima Educação enxerga a chegada da Gama Academy como o embrião de uma nova vertical de ensino de tecnologia, alavancando a oferta de habilidades digitais para os próprios alunos do Ecossistema Ânima e empresas parceiras além do lançamento de um novo portfólio de cursos regulados no contexto do lifelong learning. Além disso, identificamos três pontos de convergência que buscávamos: metodologia educacional inovadora e centrada no aluno, plataforma robusta e com alto potencial de escala e novos modelos de negócio que poderão ser expandidos para todo o Ecossistema Ânima”, comenta Guilherme Soárez, nosso VP de Educação Continuada.

Gama já conta com quatro programas educacionais nanodegree de 390 horas, em que o estudante só paga caso consiga um emprego na área de formação – no modelo ISA – Income Share Agreement-, faz mentoria individual, constrói seu portfólio, desenvolve habilidades comportamentais e ganha oportunidades de entrevistas em startups e empresas tech. A ideia é adaptar e expandir o modelo para oferecer mais opções para os alunos e alunas.

A chegada da Gama Academy ao nosso ecossistema ampliará os planos de entrada no ensino superior por parte da startup. “Vamos lançar modelos de cursos de graduação e tecnólogo construídos em conjunto com as empresas de tecnologia contratantes, garantindo ainda mais a empregabilidade dos nossos alunos – um diferencial para o diploma de ensino superior, tão buscado pelos estudantes, mas oferecidos de forma muito ultrapassada”, afirma Guilherme Junqueira, CEO e Founder da Gama Academy.

Outro caminho interessante será a nossa oferta de pós-graduação e MBA no portfólio da startup, que já conta com cursos abertos e in company nas áreas de Data Science, UX/UI Design, Growth Marketing, Fullstack Development, Product Management, Inside Sales, Customer Success, Inteligência Artificial, todos com módulos complementares de soft skills e projetos práticos com cases reais de mercado.

Com o movimento, a Gama Academy passa a ser a Coding School oficial do Learning Village, hub de inovação e tecnologia focado em educação e desenvolvimento de pessoas fundado pela SingularityU Brazil e HSM, ambas marcas pertencentes ao nosso ecossistema. O espaço localizado em São Paulo, tem como founding partners empresas como Ambev, BP – A Beneficência Portuguesa de S. Paulo, Deloitte, Hospital Sírio-Libanês, Unimed, Vibra, entre outras. A novidade também abre as portas para o portfólio de trilhas educacionais da Gama serem ofertadas para clientes corporativos da HSM e SingularityU Brazil, já que ambas as escolas corporativas atuam com grandes empresas em processo de transformação e aceleração digital.

Além da formação em tecnologia no modelo de Training e Education Recruitment as a Service, a empresa tem sido buscada pelos times de inovação ou ESG (Environmental, Social and Governance) de grandes empresas para atuar em programas de inclusão social por meio de bolsas de estudo em tecnologia. São mais de 270 mil profissionais de tecnologia na plataforma, com 30 mil alunos formados, cerca de 90% empregados em menos de seis meses, com uma média de aumento de salário de 2.2 vezes e uma taxa de satisfação e recomendação dos alunos de 93% de aprovação. “Vivemos hoje um apagão de profissionais em tecnologia, a demanda é muito maior que a oferta e isso só tende aumentar. Não há outra opção para as empresas a não ser investir e formar esses profissionais e nisso a Gama é pioneira”, complementa Reynaldo Gama, CEO da HSM e Co-CEO da SingularityU Brazil.