Inovação | 15 setembro, 2020
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O Instituto Ânima, organização sem fins lucrativos e integrante do Ecossistema Ânima, coordena e executa, desde 2017, o Programa Sibratec Extensão Tecnológica que oferece atendimentos subsidiados para as micro, pequenas e médias empresas do estado de Santa Catarina.  A iniciativa tem o objetivo de promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação das empresas atendidas, além de ampliar a competitividade e a inserção delas no mercado internacional. Para isso, o Instituto conta com o apoio financeiro da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc).

O Instituto atua em parceria com as melhores organizações de ensino e pesquisa catarinenses como Epagri, UFSC, Fundação CERTI, SENAI, UDESC, FURB, IEL e UniSociesc, e realiza atendimentos tecnológicos em quatro modalidades: Atendimento com Unidade Móvel, Adequação de Produto para o Mercado Interno e Externo, Gestão do Processo Produtivo e Produção mais limpa. Mais de 460 empresas, em seis regiões do Estado de Santa Catarina, já foram beneficiadas com atendimento tecnológico em mais de 10 segmentos da indústria, entre eles os que se destacam são: alimentício, eletro-metalmecânico, têxtil, madeireiro e plástico.

Com a consultoria oferecida pelo Programa Sibratec Extensão, as instituições atendidas tiveram ganhos significativos, como aumento do volume de produção e de produtividade, ampliação de espaço físico, melhora na segurança de postos de trabalho e na qualidade dos processos, redução do ciclo de produção, revisão dos padrões de trabalho, qualificação dos funcionários em boas práticas de gestão e de produção, desenvolvimento dos desenhos técnicos, padronização do processo produtivo, adequação do produto a normalização para o Mercosul e Conformidade Europeia, redução de insumos, entre outros.

“Podemos dizer que essa é uma parceria de sucesso e que nos orgulha muito pelo resultado benéfico apresentado às empresas de todas as regiões do estado de Santa Catarina. Como coordenadores do Programa, temos a responsabilidade de promover a distribuição de recursos importantes para o desenvolvimento da indústria Catarinense, o que nos traz grande motivação. Cada empresa atendida recebe acompanhamento dedicado do início ao fim do processo, tanto pela coordenação do programa, quanto pelos especialistas que realizam os atendimentos” destaca Júlio Dias do Prado Coordenador do Projeto pelo Instituto Ânima.

Como participar As empresas interessadas em participar do projeto passam por uma avaliação prévia do Instituto Ânima, para verificar se estão dentro das exigências necessárias, e as aprovadas têm subsídio em torno de 70% do atendimento. O investimento pago pela empresa inicia-se a partir de R$ 500, mas o valor pode variar de acordo com o atendimento a ser realizado.

Para saber mais, basta acessar o site: https://www.nossoinstitutoanima.com.br/pesquisa-e-inovacao/sibratec.