Notícias | 04 junho, 2020
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O Instituto Ânima, que integra o nosso Ecossistema e é referência no cuidado à pessoa idosa, adaptou todos os seus projetos e conteúdo para continuar atendendo a terceira idade por meio do telefone, WhatsApp e redes sociais, em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Para isso, eles desenvolveram a campanha ‘Cadastre um Idoso’, que tem como objetivo incluir pessoas da melhor idade nas ações de apoio do Instituto, mantê-los ativos e seguros em meio à quarentena. Para que um idoso possa fazer parte do programa, é necessário que ele tenha 60 anos ou mais e que seja residente nos municípios de Belo Horizonte, Contagem (MG) ou Divinópolis (MG). A plataforma está acessível para qualquer pessoa e para cadastrar um idoso, basta acessar aqui. Não há limite de vagas para inscrições.

A partir do dia 25 de maio, os idosos cadastrados terão acesso a dicas e tutoriais sobre assuntos diversos, como: alimentação, saúde e bem-estar, yoga, meditação e relaxamento, atividades físicas, cultura, trabalhos manuais, atividades lúdicas, finanças, entre outras, de forma remota e de acordo com a necessidade de cada um. Em junho, o Instituto Ânima realizará o letramento digital dos idosos com monitoria por telefone e com a produção de conteúdo educativo sobre uso de tecnologia. Outra estratégia é a mobilização e formação de “padrinhos” e “madrinhas” para apoio em casa. Além disso, a instituição também irá atender e orientar, via telefone e redes sociais, idosos em situação de abuso ou violência.

Estão envolvidos no projeto cerca de 200 profissionais e estudantes de Medicina, Comunicação e Farmácia, das nossas instituições de ensino Una e UniBH (MG), que contarão, em breve, com o apoio das áreas de Psicologia, Direito, Serviço Social e Tecnologia. “Com a parceria de duas grandes Instituições de Ensino da Ânima Educação, nosso objetivo é apoiar os idosos a se tornarem mais autônomos em atividades diárias, trazendo orientações e informações de qualidade e importantes para seu dia a dia”, destaca Natália Alves, Diretora de Projetos do Instituto Ânima.

Também foi realizada em abril uma ação de voluntariado chamada “Faz Bem Se Doar” e mais de 100 pessoas se inscreveram para ajudar a produzir conteúdo educativo, recreativo, informativo e sobre o direito da pessoa idosa. As inscrições ainda estão abertas e novos voluntários podem participar do projeto acessando o link.

As ações do Instituto Ânima voltadas para pessoas com 60 anos ou mais tiveram início em 2017 com o programa ‘Universidade Aberta à Pessoa Idosa’, financiado pelo Fundo do Idoso, e disponível no Centro Universitário Una, em Belo Horizonte (MG) e, também, em Contagem (MG). O programa já atendeu, de forma presencial, mais de 27 mil idosos por meio de cursos, oficinas, workshops, palestras e pesquisas.